Você não consegue mudar o que não consegue encarar

Em outras palavras, quem olha de fora para você talvez veja coisas das quais você não está ciente. Com freqüência não nos dispomos ou não somos capazes de discutir os aspectos desagradáveis de nós mesmos. Em vez de discutirmos o que sentimos, nos criticamos uns aos outros. A vida quer que estejamos atentos a nós mesmos para podemos fazer os ajustes necessários para vivermos de forma mais harmoniosa.

Muito prazer, eu sou o sintoma

Já pensou se o seu sintoma tivesse a chance de te escreve um carta? Garanto que seria alguma coisa assim: ‘Olá, tenho muitos nomes: dor de estômago, tensão muscular, abscesso, asma, mucosidade, gripe, dor nas costas, ciática, enxaqueca, tosse, dor de garganta, insuficiência renal, diabetes, melancolia, insônia, hipersonia, ansiedade… Ofereci-me como voluntário para o pior trabalho: ser o portador de notícias pouco agradáveis para você. Eu o sintoma, simplesmente estou tentando lhe falar numa linguagem que você entenda.