Elas, as cartas!

E o WhatsApp saiu do ar… De repente sintonizei no tempo que escrevia cartas. Parece que foi em outra Era.
Primeiro foi à mão, caneta Bic azul, depois surgiu a quatro cores; que modernidade – dava para enfeitar mais e mais.

Ser de verdade

Aprecio gente real, de verdade, aquelas que se mostram, face única. Gosto de quem tem palavra falada, palavra escrita, sendo palavra própria e acompanhada de ação. Gente que cumpre suas promessas, atenta para os princípios, usa as palavrinhas mágicas, ouve o outro, mas segue sua vontade.