Da cor que eu quiser

Estou celebrando a alegria de fazer anos de esperança…
Aprecio partir e chegar, mas hoje mais do que ontem observo o caminho.
Houve um tempo que fazer aniversário me perturbava. Penso que era receio de crescer, do tempo passar, de não haver dias suficientes para realizar ‘tudo’, verbalizar sentimentos, demonstrá-los, vivê-los.